Dia 01 Quinta-Feira

Wendi Yu defende seu TCC sobre relatos de pessoas trans no YouTube

Das 14h no dia 01 de Janeiro de 1970 Facom/UFBA
Mandy Candy, autora do canal trans mais popular do YouTube. Crédito: Divulgação

Mandy Candy, autora do canal trans mais popular do YouTube. Crédito: Divulgação

A graduanda em Comunicação, Wendi Yu, defende, nessa quinta-feira (22.02), às 14 horas, na sala 5 da Facom, seu trabalho de conclusão de curso intitulado “É Tudo Nosso: Uma análise cultural dos relatos das pessoas trans no YouTube”. No trabalho, Wendi analisa os canais do YouTube feitos por pessoas trans, articulando os conceitos teórico-metodológicos desenvolvidos por Martín-Barbero, Michel Foucault e Judith Butler. Ao passo em que se implica no trabalho, evidenciando que ele perpassa suas múltiplas identidades – mulher trans travesti, transfeminista, sino-brasileira, bissexual -, Yu busca “compreender como o audiovisual conforma diferentes olhares sobre as transexualidades, transgeneridades e travestilidades, e a importância da construção de representações alternativas sobre nós na luta contra os cistemas de sujeição de nossas identidades”. A banca é formada por Itania Gomes, orientadora da pesquisa e coordenadora do TRACC, por Juliana Gutmann, professora da Facom e coordenadora do TRACC, e Tess Pirajá, doutoranda e pesquisadora do TRACC.